terça-feira, 24 de junho de 2008

Os Mais Loucos Festivais - Parte 3

Up Helly-Aa: o Festival do Fogo

Ilhas Shetland

As Ilhas festejam a meio do inverno, os seus antepassados vikings. Os fatos flamejantes são característicos, bem como elmo e os capacetes com cornos tradicionais. Muitos homens vestem-se de mulher numa terça-feira intitulada “noite travesti”. Se estes eram costumes dos machões vikings não se sabe, mas o próprio dia (Tuesday) é uma descendência saxónica para “Thor’s Day” ou dia do Deus do Trovão e do Fogo, o filho mais novo de Odin, na mitologia escandinava.

O clímax é atingido com incendiar de uma réplica em tamanho real de uma galé viking como forma de celebrar a passagem dos guerreiros pelo vale da morte até ao nirvana. Tudo isto, enquanto a multidão empunha archotes, entoando cânticos antigos e bebendo canecas de cerveja pela noite dentro. Enfim, arranja-se cada desculpa para apanhar uma “tosga” numa noite gelada de inverno!


Festival do Banquete dos Macacos

Lop Buri - Tailândia

Todos anos, cerca de 600 macacos são “convidados” para um banquete de frutas e vegetais numa cerimónia em honra do deus Rama que em tempos homenageou o rei-macaco, Ramayana. A cerimónia é realizada nas ruínas do semi-destruido templo de Lop Buri.

Eu conheço uns quantos tipos, que com as suas maneiras à mesa, por certo seriam bem recebidos neste festival!

: /

3 comentários:

pvnam disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Vente appartement marrakech disse...

Bem, criatividade ricos e, sobretudo, uma grande fonte de informações para aqueles que trabalham com crianças, agradeço-lhe e continuar a enriquecer-nos, bom dia para você

voyance en ligne disse...

Houlala, concordo um pouco no início, mas definitivamente não com suas conclusões