quinta-feira, 8 de maio de 2008

A Fraude do Milénio

"One Third of The Holocaust" é um documentário que nos mostra, sem sombra para dúvidas, que aquilo que os judeus afirmam acerca da morte de seis milhões de judeus, durante a II Guerra Mundial, não passa de uma grande mentira para conseguirem fundar o estado de Israel usurpando a terra aos Palestinianos.

Por meter em causa o holocausto, este filme de mais de quatro horas, já foi banido do youtube. Mas podem vê-lo clicando aqui onde está dividido em 30 partes, ou então encontram no google video a versão completa, a mesma que vos mostro neste post.

Atenção que o autor não afirma que não morreram judeus, o que ele diz, e que prova baseado nos livros que existem sobre o suposto holocausto, é que tudo não passa de uma grande fraude e que o numero de seis milhões é muito exagerado, como o titulo do filme indica um terço desse numero talvez fosse o mais indicado e mesmo assim...

Mas o melhor é verem o documentário e tirarem vocês as vossas próprias conclusões.

Não façam como alguns comentadores que vi em alguns sites que nem sequer vêem o filme e já estão a dizer que é uma afronta às vitimas dos nazis e tal, mas do que se trata aqui não tem nada a ver com isso mas sim com o que está escrito nos livros sobre o suposto holocausto e em como as afirmações contidas neles não batem certo com a realidade.

Vejam o filme, levem o tempo que levarem mas vejam-no todo até ao fim e com a mente aberta.




http://video.google.com/videoplay?docid=6027933199431130108&q=one+third+of+the+holocaust&ei=uK8iSInaNI2SjgLc7v2yAQ

Filme dividido em 30 partes:http://www.onethirdoftheholocaust.com/

2 comentários:

O Raio disse...

Ainda não vi o link com o filme mas sempre achei que o número de seis milhões devia estar bastante empolado.
E isto por uma razão muito simples, a guerra tinha acabado e era necessário desnazificar a Europa. Assim a máquina de propaganda arrancou em pleno e, se o holocausto tivesse sido de seis milhões, a propaganda diria, certamente, que tinham sido 10 ou 12 milhões.

Basta pensarmos no que aconteceu ainda há pouco tempo com a guerra do Kosovo. Durante a guerra só se falava de imensos campos cheios de cadáveres, de que a população masculina do Kosovo tinha sido quase toda liquidada, etc., etc.

E depois? Encontraram-se aquelas campos de morte todos? E os homens do Kosovo? Tinham sodo mortos? Não apareceram todos os quase todos.

E quanto ao Iraque? Onde estão as armas de destruição maciça? E os sócias do Saddam (creio que chegaram a ser doze)?

Não é crível que na Segunda Guerra Mundial a propaganda tivesse agido de outro modo.

Anónimo disse...

não ficas-te satisfeito! quantos faltaram para a tua matematica achar que foi uma coisa muito negativa??? mais 1 milhão era mau ou muito mau? menos meio milhão era quase uma coisa boa?