quarta-feira, 29 de agosto de 2007

Chovendo No Paraíso...

No próximo dia 4 de Setembro sai, oficialmente, o novo album de Manu Chao, La Radiolina. Depois de um concerto memorável, a encerrar o palco principal, no 1º dia de Sudoeste, Manu Chao lança um album mais virado para o rock mas com grandes canções de intervenção. A não perder. O single de apresentação, que já roda nas rádios, chama-se "Rainin' in Paradize" e podemos ouvi-lo (e vê-lo) aqui num video realizado pelo Emir Kusturica em Buenos Aires com a colaboração e participação dos membros da "La Colifata" da radio histórica do Hospital Psiquiátrico Borda de Buenos Aires. Diga-se de passagem que Kusturica tem concertos agendados para Portugal nos dias 31-01-2008 no Coliseu do Porto e 01-02-2008 no Coliseu de Lisboa.

Site Oficial: http://www.manuchao.net

segunda-feira, 27 de agosto de 2007

Arranque do Campeonato que interessa

Começou ontem o campeonato nacional da 2ªDivisão, série D, e o Messinense estreou-se com um excelente empate a um golo no campo do Real Massamá. As aspirações da equipa é fazer um campeonato tranquilo e manter-se nesta divisão pelo segundo ano consecutivo. Na próxima jornada recebemos o Olivais e Moscavide e de certeza que não vai ser um jogo fácil, mas a fé na equipa está em alta e só espero mesmo uma vitória.

Para ver a tabela classificativa e resultados clicar aqui.
Força Messinense! Sempre Fiéis!!

Pessoal que Não Tem Mais Nada Para Fazer

Há muitos anos que sou fã de Led Zeppelin e nestes anos todos estou farto de ler cenas acerca da mensagem satânica, que está contida na "Starway To Heaven", quando tocada de trás para a frente. Mas nunca tive oportunidade de fazer o teste e verificar se essa história é mesmo verdadeira, por isso até hoje fiquei sempre na dúvida da veracidade da coisa. E reparem que digo " até hoje", porque finalmente hoje consegui perceber que há pessoal que não têm mesmo mais nada pra fazer....


domingo, 26 de agosto de 2007

Humor

Encontrei no blogue Znocks um link muito engraçado. Não maximizem a janela que se abre ao clicar aqui.

quinta-feira, 23 de agosto de 2007

Justiça? Onde?

Um agente da PSP colocado na zona de Cascais, perante a “responsabilidade do Ministério Público (MP) em tomar resoluções que deixaram em liberdade um criminoso”, motiva a redacção de uma carta-aberta. Na missiva, o polícia recorda a actividade criminosa do autor da morte do segurança Joel Benedito, a 5 de Agosto, em Lisboa, considerando: “Um homicídio podia ser evitado.”

A missiva, endereçada à Procuradoria-Geral da República, ao procurador do Ministério Público da Comarca de Cascais, e à Direcção Nacional da PSP, começa por recordar que:

  • A 15 de Julho, no bairro do Cabeço de Mouro, em São Domingos de Rana, Cascais, Ricardo Costa apedrejou com violência um homem. A vítima das agressões foi atacada porque tentou impedir que o agressor espancasse a sua própria namorada, que estava grávida.
  • Também a 15 de Julho, uma patrulha da PSP de Trajouce sofreu na pele a violência de Ricardo Costa (o homicida). Em São Domingos de Rana, o indivíduo esfaqueou um agente na barriga, valendo ao polícia o colete antibala que envergava. Face à escassez de agentes, o agressor conseguiu fugir.
  • A 19 de Julho, também em São Domingos de Rana, Ricardo Costa agrediu com uma faca um taxista, que ficou com a marca no pescoço. A vítima identificou-o.
  • No dia 2 deste mês, e sem que existisse ainda um mandado de captura contra o indivíduo, uma patrulha da PSP de Trajouce deteve-o por falta de documentos.

Levado para a esquadra, Ricardo Costa deparou-se com o agente que havia esfaqueado dias antes. O polícia foi novamente agredido, ficando com a mão direita fracturada. O MP de Cascais foi informado da detenção e decretou que Ricardo Costa aguardasse julgamento em liberdade.

  • No mesmo dia, uma brigada da Esquadra de Investigação Criminal da PSP de Cascais voltou a interceptar Ricardo Costa. De novo, o MP de Cascais deliberou que ficasse em liberdade.
  • Três dias depois, Ricardo Costa e dois amigos assassinaram o segurança Joel Benedito, na Avenida 24 de Julho, em Lisboa.

A morte de Joel de Jesus Custódio Benedito, um segurança privado de 30 anos, impressionou pela violência. Pelas 07h30 de 5 de Agosto, Ricardo Costa e dois amigos entraram no bar-restaurante Caldo Verde, na Avenida 24 de Julho, e começaram de imediato a provocar clientes e funcionários. Joel Benedito interferiu para procurar acalmar Ricardo Costa e, de imediato, foi injuriado e agredido. O segurança optou por sair do estabelecimento, no que foi perseguido pelos três indivíduos. Encurralado no lado oposto da Avenida 24 de Julho, Joel defende-se como pode dos socos e pontapés com que é atingido. A agressão com uma cadeira deita-o por terra. O homicídio é consumado por Ricardo Costa, que atira a cabeça de Joel Benedito, várias vezes, contra o lancil do passeio. O segurança fica com a parte frontal do crânio esmagada. Depois de assassinar Joel, o indivíduo regressa ao ‘Caldo Verde’ para acabar a refeição que estava a tomar.

Para atestar a “inoperância do Ministério Público”, o autor da carta recorda que, a 12 de Agosto, um grupo de quatro jovens foi detido pela PSP de Cascais, suspeitos de vários roubos com coacção no interior de um comboio. Presentes a tribunal, três dos detidos ficaram em prisão preventiva.

in Correio da Manhã

Agora pergunto eu como é que são detidos 3 individuos suspeitos de roubo e não é detido aquele filho de puta violento que até acabou por matar um inocente? Qual é o objectivo destes juízes de merda? Será o de provocar ainda mais insegurança na população para o governo vir com uma solução milagrosa da implantação de medidas de mais controlo da população e de restrição de liberdades?

segunda-feira, 20 de agosto de 2007

Gogol Bordello

Parece que no próximo dia 3 de Setembro vai sair em DVD o filme The Pied Piper of Hutzovina, um documentário realizado por Pavla Fleischer, que conta a história da viagem que fez com Eugene Hutz, vocalista e mentor do projecto Gogol Bordello, pela Ucrânia terra natal deste último.

Como ainda não há o video disponivel do documentário, deixo-vos com uma performance dos Gogol Bordello no Jimmy Kimmel Live.

Site oficial: http://www.gogolbordello.com/
MySpace: http://www.myspace.com/gogolbordello

domingo, 19 de agosto de 2007

O Império de Droga de Bush-Cheney-5ª parte

Este é a continuação deste post e é o último desta série.

"IN GOD (GOLD, OIL, DRUGS) WE TRUST

Não tenham a menor dúvida, os EUA estão a preparar-se para a guerra. Acontecimentos imediatamente a seguir às eleições de 2000 predizem um mau agoiro para a administração Bush-Cheney. Enquanto todos os gabinetes não estão preenchidos, os postos chave do tesouro, defesa, justiça e segurança nacional apontam para a administração mais amiga dos militares e dos grandes negócios do petróleo em 35 anos.

Tão minucioso é o plano para o controlo governamental que o filho do secretário de estado Colin Powell, foi nomeado o novo Comissário da Federal Communications Commission. Isto é o corpo que supervisiona e policia toda a radiodifusão comercial nos EUA.

Com Colin Powell como secretário de estado, Donald Rumsfels como secretário da defesa e Dick Cheney como vice-presidente nos circulos mais elevados do governo dos EUA fazem parte dois antigos secretários da defesa e um antigo presidente de Joint Chiefs of Staff. A nova conselheira para a segurança nacional Condoleeza Rice, tem um longo percurso ao serviço da administração republicana e também pertence à direção da Chevron Oil.(...) As suas credenciais indicam que vai ser o elo de ligação entre Bush, Powell, Rumsfeld e Cheney.

Um interesse especial nesta história é o forte rumor de que o actual director da CIA George Tenet, nomeado para o cargo pelo presidente Clinton em 1997, vai continuar na nova administração Bush. Baseado nos estudos do escritor original deste artigo nas operações e história da CIA, isto sugere duas coisas: primeiro, isto implica que a CIA sente que os seus interesses estão (e continuarão a ser) acautelados pelo Tenet. Mais importante ainda, no entanto, isto sugere que existem operações secretas e outras, em andamento debaixo do controle da CIA que não seria bom a mudança de directores. O mais critico nisto tudo seria o inicio do conflicto planeado para a Colombia.

Desde o aparecimento da bomba atòmica que os EUA sempre precisaram de dois tipos de inimigos. Um é aquele inimigo que se pode ir combater no terreno. Desde 1945, estes inimigos foram criados e apareceram na Coreia do Norte, Vietname do NOrte, Granada, El Salvador, Panama, Iraque e agora na Colombia. Outro tipo de inimigo é o inimigo estratégico que justificará todo o investimento em armas de sistemas estratégicos como os misseis intercontinentais, submarinos Tridente e os sistemas de defesa misseis "Star Wars".

Com a nova administração Bush a comtemplar uma mudança de politica que fará os rebeldes Colombianos(em oposição aos traficantes de droga) os novos alvos dos militares dos EUA, não há dúvida onde a próxima guerra será. Com gabinete de Bush militarizado a fazer do escudo de misseis defensivos uma prioridade, parece que a China ou a Russia serão os próximos inimigos. (...)

Como foi no Vietname, na América Central e no Kosovo, as drogas continuarão a ser a grande fatia do plano finaceiro para as guerras no solo interminaveis. Como alguém um dia disse "GOD" significa"GOLD, OIL and DRUGS"(Ouro, Petróleo e Drogas). Podemos ter a certeza que um império( O oposto a uma república) está a emergir nos EUA mais rapidamente do que muitos esperam. E a administração Bush está a agir de uma forma muito virada para Deus. É um império que precisa pouco de igualdades como a pretenção da democracia como o fascismo corporativo americano que tirou a sua máscara nos circulos eleitorais, a prostituição do nosso Supremo Tribunal e a destruição virtual do governo tornando-o num servo de nada mais que o dinheiro, da cobiça e do poder."

Fim.

Como já devem ter reparado a guerra que este artigo previa para a Colombia não veio a acontecer porque entretanto aconteceu o 11 de setembro de 2001 e as atenções e esforços viraram-se para as papoilas dos Talibãs. Depois em 2002 foi eleito o Uribe na Colombia que tem ligações com os narcotraficantes por isso aqui já não é preciso um conflito armado.
Agora as minhas previsões são para uma guerra contra o Irão, quando a Hillary for eleita, para que se abra um corredor, para a heroína, directo do Afeganistão para a Europa sem passar pela Rússia, e claro que a desculpa vai ser as armas nucleares que porventura os Iranianos podem estar a desenvolver, enfim.

Digitalism

Enquanto não me vem a vontade de terminar este post , vou mostrar umas coisas que descobri à pala dos Digitalism, uma banda que conheci há pouco tempo e que resolvi pesquisar no youtube algum video que pudesse colocar aqui no blog. Vou começar com uma das melhores músicas, do album de estreia Idealism, chamada I Want I Want:




passando para um video de um remix feito pelos Digitalism da música de Futureheads - Skip To The End, realizado por Roppenzo:



que por sua vez fui descobrir na conta do youtube do Roppenzo (infelizmente não tem o codigo embed disponivel para postar o video no blog, por isso tem de clicar aqui para ouvir)este mashup de Close To Me - The Cure com Bug Aboo - Destiny´s Child, as músicas encaixam na perfeição.

quinta-feira, 16 de agosto de 2007

Elvis Is Still Alive!?


Comemora-se hoje o 30º aniversário da morte do Rei Elvis Presley, mas será que ele morreu mesmo? Segundo a última edição da versão latino-americana da revista Rolling Stone reabriu o caso, alegando que há em Buenos Aires anúncios pelas ruas, colados nos postes de luz no estilo “Procura-se”, com foto da estrela do rock de como estaria hoje, com 72 anos (imagem de cima), convidando qualquer um que tenha informações sobre ele para registrá-las numa página na internet (elvisenargentina.blogspot.com).
Para mais informações acerca desta noticia clicar aqui.
Não acredito muito que ele esteja na Argentina, até porque ainda ontem o Elvis esteve a cantar no hotel onde trabalho, aliás ele tem actuações todas as semanas no hotel. Por isso só se ele gostar muito de andar de avião é que é possivel estar a viver na Argentina, e cumprir o contrato que tem de actuar semanalmente, às quartas-feiras, no Hotel Forte da Oura em Albufeira.:D
Fica aqui a dica para todos os fãs do King que o queiram ver ao vivo. Para terminar este post deixo um video em jeito de homenagem a esse grande senhor do Rock'n'Roll que ficou mundialmente conhecido como O Rei do Rock ou como Elvis The Pelvis.
Site Oficial: http://www.elvis.com/


quarta-feira, 15 de agosto de 2007

Arrepiado em Messines

Como já devem ter reparado ultimamente não tenho tido tempo de actualizar o blog e hoje só vim informar os leitores que se encontrem pelo Algarve, mais concretamente pela zona de Messines, de que vai haver no dia 17 de Agosto às 21h30 em São Bartolomeu de Messines, junto aos Bombeiros Voluntários, um espectáculo de Stunt Show com a equipa “Arrepiado Team", liderada por “Arrepiado” um piloto com vasta experiência, tri-campeão nacional de Stunt Riding, um evento organizado pelo ExtremoSul.

Esta actividade desportiva tem vindo recentemente a ganhar um crescente número de adeptos no nosso país e no estrangeiro. Ao longo de duas horas, o público poderá apreciar um espectáculo de adrenalina constante, onde serão realizadas manobras de elevadíssimo grau de dificuldade técnica. Para além das diversas motos, esta equipa de pilotos conta ainda com o “Smart Diablo GT” preparado com o motor de uma GSXR 1000.

Espera-se então uma noite de grande espectáculo e emoções em São Bartolomeu de Messines. Não falte, pois este será, sem dúvida, um evento que vai ficar na memória. O preço dos bilhetes é de 5,00€ e parte das receitas reverte a favor dos Bombeiros voluntários de São Bartolomeu de Messines.

Deixo aqui um video do que poderá ser visto na próxima sexta-feira.

domingo, 12 de agosto de 2007

Evitem o Campo...

O Império de Droga de Bush-Cheney-4ª parte

continuação deste post.

Droga Canalizada através de Oleodutos

A administração de Clinton tomou conta do percurso perdido da heroína ,com a destruição, em 1999, da Sérvia e do Kosovo e a instalação do KLA ( exército de libertação do Kosovo) como o poder regional. Isso abriu uma linha directa desde o Afeganistão até à Europa Ocidental- e a Brown & Roots esteve no meio disto, também.

As aptidões de Clinton e a tendencia para operações de droga foi descrito detalhadamente, em Abril de 2000, num artigo do FTW intitulado "The Democratic Party's Presidential Drug Money Pipeline"( O Oleoduto de dinheiro da droga do partido democrático na presidência). Esse artigo foi publicado em mais 3 países. A essência da lição da economia da droga foi a de que ao produzir ópio na Colombia e traficando heroína e cocaína a partir da Colombia para Nova York, através da República Dominicana e Porto Rico ( uma linha a direito virtual), as rotas tradicionais de tráfico poderiam ser encurtadas ou até mesmo eliminadas. Isto reduziria custos e riscos, aumentando os lucros e eliminando rivais.

FTW suspeita da "mão" do co-fundador do cartel de Medellin, Carlos Lehder, neste processo, e é interessante notar que Lehder, libertado da prisão, quando Clinton foi presidente em 1995, está agora no activo nas Bahamas e América do Sul. Lehder era conhecido nos anos 80 como "o génio do transporte". Posso imaginar o Dick Cheney, tendo testemunhado toda a restruturação do mercado de droga mundial nos últimos 8 anos, chegar ao pé de George W.Bush e dizer " Olha, sei como podemos tornar isto ainda melhor."

Uma coisa é certa, como citado no artigo da CPI, um vice-presidente da Hlliburton referiu que se a dupla Bush-Cheney fosse eleita, " os contractos da companhia com o governo iriam ultrapassar o telhado".(N.T. como se sabe o Bush foi eleito presidente e realmente a Halliburton foi a firma que ganhou praticamente todos os contractos para a reconstrução do Iraque e Afeganistão.)

A Maior Economia Livre no Mundo

Se alguém for suficientemente corajoso para procurar um "sistema operativo" que explique teoricamente o que o FTW descreveu, não é preciso procurar mais além que num artigo de duas partes publicado no le Monde Diplomatique em Abril de 2000. A história incide no grande capital da droga, é intitulado "Crime, a maior empresa do mundo". As brilhantes palavras dos autores Christian de Brie e Jean de Maillard, fazem o mais extraordinário trabalho que alguma vez li ao explicar a economia mundial e a situação politica actuais .

De Brie escreve:" Ao permitir que o capital corra livremente de uma ponta do mundo para a outra, a globalização e o abandono dos estados soberanos encorajaram o crescimento explosivo de um mercado financeiro sem lei...

"Este é um sistema coerente intimamente ligado à expansão do capitalismo moderno e baseado na assossiação de três parceiros: governos, corporações multinacionais e máfias. Negócio é negócio: o crime financeiro é antes de tudo um mercado, próspero e estruturado, regido pela oferta e a procura.

"A cumplicidade das grandes empresas e da politica laissez-faire é a única maneira do crime organizado em grande escala tem de lavar e reciclar os lucros fabulosos das suas actividades.E as multinacionais precisam do suporte dos governos e a neutralidade das autoridades reguladoras para consolidar as suas posições, aumentando os lucros. opor-se e esmagar a concorrência, e financiar as suas operações ilícitas. Os politicos estão directamente envolvidos e a sua habilidade para intervir depende dos fundos e apoios que os mantêm no poder. esta colisão de interesses é parte essencial na economia mundial, o óleo que mantém a engrenagem do capitalismo a andar".

Depois de confrontar o director da CIA John Deutch na TV em 15 de Novembro de 1996, o autor deste texto foi ouvido pelos comités do Senado e da House Intelligence tendo preparado um testemunho escrito para o Senate Intelligence, mas no entanto nunca foi chamado para testemunhar. Em ambas as entrevistas, no testemunho escrito e todas as conferências seguintes, contou sempre a história da Brown & Roots.

continua...

sábado, 11 de agosto de 2007

Leituras de Verão

A partir de hoje tenho ali na barra lateral, em E-Books e Downloads, uns links para alguns livros bastante interessantes : O Admirável Mundo Novo de Aldous Huxley e As Sociedades Secretas e o seu Poder no Sec.XX de Jan Van Helsig. Uma leitura para o resto do verão.

sexta-feira, 10 de agosto de 2007

O Império de Droga de Bush-Cheney- 3ª parte

Continuação deste post

A ligação directa da droga a Dick Cheney

Um relatório da CPI intitulado"Cheney Led Halliburton to Feast at Federal Trough", escrito pelos jornalistas Knut Royce e Nathaniel Heller, descreve como em cinco anos de liderança do Cheney na Halliburton, conseguiu que a subsidiária Brown & Roots ganhasse 3.8 mil milhóes de dolares em contratos e empréstimos com o governo. Os empréstimos foram cedidos pelo Export-Import Bank (EXIM) e pelo Overseas Private Investment Corporation (OPIC). Segundo Ralph McGehee apoiante da CIA, ambas as instituições estão altamente infiltradas pela CIA e é rotina providenciarem NOC ( Network Operation Center-centro de operação de rede) aos seus oficiais.

Um dos empréstimos, ao The Alfa Group of Companies, um aglomerado de bancos e finanças Russo, continha 292 milhões para pagar um contrato da Brown & Roots para um novo poço de petróleo na Sibéria, pertencente à Russian Tyumen Oil Company. The Alfa Group adquiriu os seus 51% da Tyumen Oil alegadamente numa bem orquestrada oferta em 1998. Um relatório do governo Russo afirma que os executivos de topo do The Alfa Group, os oligarcas Mikhail Fridman e Pyotr Aven, " alegadamente participaram no transporte de drogas desde o sudoeste asiático até à Rússia e Europa". Estes mesmo executivos, Fridman and Aven, diz o relatório traficavam a heroína associados à familia mafiosa Solntsevo, são os mesmos que benficiaram dos empréstimos da Halliburton ao EXIM. Como resultado, o trabalho da Brown & Roots pode continuar e expandir-se.

Depois de descrever como os interesses do crime organizado The Alfa Group, alegadamente roubaram o campo de petróleo por fraude, a versão da CPI- usando relatórios oficiais do FSB( o equivalente russo ao FBI), de companhias petrolíferas como a BP-Amoco, de antigos agentes da CIA e do KGB e artigos de imprensa- estabeleu-se uma ligação sólida entre o Alfa Tyumen e o transporte de heroína. Em 1995, pacotes de heroína disfarçados de pacotes de açucar foram roubados de um contentor num comboio alugado pela Alfa Eko e vendidos em Khabarovsk uma cidade da Sibéria. Um problema de "intoxicação" e "envenenamentos"surgiu em muitos residentes da cidade.

A versão da CPI constata que "o relatório do FSB diz que relacionado com este incidente, agentes do Ministério de Assuntos internos (Ministry of Internal Affairs (MVD)) fizeram raids aos edificios da Alfa Eko e descobriram drogas e outras documentações comprometedoras".

Ambos os relatórios diziam que o Alfa Bank lavava dinheiro dos cartéis russos e colombianos.

Um documento da FSB, de finais de 1993, refere que uma alta patente do Alfa encontrou-se com Gilberto Rodriguez Orejuela, o cêrebro das finanças do cartel de Cali que se encontra detido, " para concluir um acordo acerca da transferencia de dinheiro de zonas offshores, como sejam as Bahamas e Gilbraltar para o Alfa Bank". O plano era o de devolver o dinheiro à Russia aplicando-o em companhias russas.

"...Ele(o antigo agente do KGB) reportou que havia uma clara evidencia do envolvimento do Alfa Bank em lavagem de dinheiro... dos cartéis de droga da América Latina."

Torna-se dificil para o Cheney e a Halliburton declarar mera coincidencia em tudo isto.

A heroína mencionada no reltório da CPI com origem no Laos, onde os aliados do Bush e os agentes encobertos Richard Armitage e Ted Shackley(este foi um Associate Deputy Director of Operations da CIA) foram repetidamente relacionados com o tráfico de droga que vinha através do Sudeste Asiático para o Vietname, provavelmente para o porto de Haiphong, depois a heroína era embarcada para o porto russo do pacifico de Vladivostok, entrando na Sibéria por comboio ou camião com destino à Europa, passando pelas mãos dos lideres da máfia russa na Tchéchénia e Azerbeijão. Estes dois países são propicios a conflitos armados e exploração de petróleo, e a Brown & Roots encontra-se aqui há muito tempo.

Como descrito em anteriores edições da FTW, longos e tortuosos caminhos foram estabelecidos depois do enviado pessoal do presidente Bush, Richard Armitage, com o cargo de embaixador, ter viajado para a antiga União Soviética em 1989 para assistir ao seu "desenvolvimento económico". Os obstáculos, de então, para uma melhor, mais directa e lucrativa rota desde o Afeganistão e Paquistão através da Turquia para a Europa era um governo coesivo Servio/Jugoslavo controlando os Balcãs e a continuidade da instabilidade no Crescente Dourado do Paquistão/Afeganistão.

Talvez não seja coincidencia, outra vez, que o Cheney e o Armitage partilhem sociedade no prestigiado instituto Aspen, um think thank bi-partisan de pesquisa, e também na Camara do Comércio US-Azerbeijão. Em novembro de 1999, Armitage desempenhou o papel de secretário da defesa num exercicio no concelho de relações exteriores, onde ele e o Cheney são membros.

Muitos dos melhores e que há mais tempo servem o Bush, como sejam o Richard Armitage e o veterano da CIA Ted Shackley têm grande bagagem politica. Armitage aparece como um conselheiro para as regiões da Europa em conflito, já desempenhou este papel para George Bush em 1989 na Russia e em 1992 na Albânia, esteve também nos conflitos do Kosovo e da Tchéchénia e expandiu o tráfico de droga através dessas regiões.

continua...

quarta-feira, 8 de agosto de 2007

Vicente Amigo em Albufeira

O célebre músico Vicente Amigo, o mais virtuoso e destacado intérprete de Guitarra Flamenca da actualidade actua hoje dia 8 de Agosto, Quarta-feira, pelas 22h00, na Praça dos Pescadores, no âmbito do Allgarve Edition.

Vicente Amigo Girol (nascido em Guadalcanal, em 1967) é um dos mais importantes guitarristas espanhóis de flamenco da actualidade. Indiscutível sucessor do maestro Paco de Lucía, Vicente Amigo é um incansável investigador das enormes possibilidades estéticas e sonoras deste género musical de raiz hispana mas de projecção universal. A sua guitarra tem um som muito actual mas com os pés bem assentes na melhor tradição musical Flamenca.

As suas interpretações ao vivo são esplêndidas, frescas e vivas, conseguindo criar uma atmosfera envolvente e mágica, repleta de virtuosismo, sensibilidade e domínio cénico.

Os bilhetes custam 15 € e estão já à venda no Gabinete de Apoio ao Munícipe da Câmara Municipal de Albufeira, Posto de Turismo Municipal na Estrada de Santa Eulália, Lojas Worten, Lojas Fnac, Lojas Bliss, Livraria Bulhosa Oeiras Parque, Agência Abreu ou através do sites www.ticketline.pt, www.ticketline.sapo.pt e www.plateia.pt.

Site oficial http://www.vicente-amigo.com/

Deixo aqui uma pequena mostra do que se poderá ver esta noite em Albufeira.



terça-feira, 7 de agosto de 2007

O Império de Droga de Bush-Cheney-2ª parte

Continuação deste post.

Operações Especiais da Brown & Roots

É sabido que onde está o petróleo está a Brown & Roots. Mas cada vez mais, onde há guerra ou insurreições lá está a Brown & Roots também. Da Bosnia ao Kosovo, passando pela Tchéchénia, Ruanda, Paquistão, Laos, Vietname, Indonésia,Irão, Libia, México e Colombia a Brown & Roots expandiu as suas operações de grandes construções para incluir a provisão do suporte logistico dos militares dos EUA. Agora, em vez dos quartéis generais dos EUA , o mundo pode ver os armazens desta firma a armazenar e a administrar tudo desde uniformes a veiculos.

A expansão rápida das operações da Brown & Roots na Colombia sugere que o Bush se prepara para uma guerra desenfreada como parte do "Plano Colombia". Isto é consistente com os movimentos do antigo Secretário do Tesouro de Bush, Nicholas Brady para iniciar uma colaboração Colombia-EUA como sócios num investimento chamado Corfinsura para o financiamento de grandes projectos de construções com o Sindicato Colombiano Antioquia, com sede em Medellin.

As expectativas de uma guerra no terreno da Colombia pode explicar porque é que a Brown & Roots, num registo da Comissão Trocas segurança(Securities Exchange Commission (SEC) em inglês) relata que compraram mais de 800.000 metros quadrados de armazens na Colombia e arrendaram outros 122.000 metros quadrados. De acordo com relatório de serviços energéticos da Brown & Roots, os outros lugares onde a companhia tem armazens são no México (525.000 metros quadrados),e EUA (38.000 metros quadrados).

De acordo com o website da agencia para a promoção de investimento estrangeiro na Colombia, a Brown & Roots só tem presença no país a partir de 1997. O que é que a Brown & Roots - que de acordo com a Associated Press arrecadou mais de 2 mil milhões de dolares fornecendo e dando apoio às tropas norte americanas- sabe acerca da Colombia que o público norte americano não saiba? Porquê a necessidade de quase um milhão de metros quadrados em armazens que podem ser transferidos de uma operação da Brown & Roots(serviços energéticos) para outros (apoio militar) com uma simples assinatura?

Como descrito pela AP, durante a era do "Irão-Contra" o congressista Dick Cheney do House Intelligence Committee era um apoiante fervoroso do Marine Tenente Coronel Oliver North. Isto embora numa reunião privada na Casa Branca, em 1986,o North ter mentido ao Cheney.Nos diários do Oliver North e na investigação subsequente pelo inspector geral da CIA, ter irrevogavelmente o ligado com o tráfico de cocaína durante os anos 80 e a abertura de contas em bancos em nome de uma firma que movimentava quatro toneladas de cocaína por mês. Todavia isto não impediu o Cheney de apoiar activamente o North ( sem sucesso), na corrida de 1994, ao senado dos EUA pela Virginia- um ano antes da tomada de posse das rédeas da Halliburton inc, companhia que detem a Brown & Roots, em 1995.

Como secretário de defesa do governo de Bush durante a Operação no Deserto (1990-91), Cheney dirigiu operações especiais envolvendo rebeldes Curdos no norte do Irão. A principal fonte de receitas dos Curdos, há mais de 50 anos, é o tráfico de heroína desde o Afeganistão e Paquistão através do Irão, Iraque e Turquia.

Tendo alguma experiência com a Brown & Roots, reparei atentamente quando o Los Angeles Times referiu em 22 de Março de 1991, um grupo de atiradores entrou nos escritórios em Ankara, Turquia, da Vinnel firma associada à Brown & Roots e assassinaram o Chief Master Sergeant John Gandy um oficial retirado da força aérea.

Em março de 1991, dezenas de milhar de refugiados Curdos, há muito tempo activos da CIA, foram massacrados por Saddam Hussein no ínicio da guerra do Golfo. Saddam na esperança de destruir qualquer hipótese de sucesso da revolta Curda, facilmente matou milhares de Curdos indesejados que fugiram para a fronteira turca à procura de refúgio. Aqui, as forças de segurança Turcas- treinadas em parte pela associada da Brown & Roots, Vinnell- mandaram de volta para uma morte certa milhares de Curdos.

Hoje em dia, a Vinnell Corporation é uma das 3 mais eminentes corporações de mercenários privados em todo o mundo, juntamente com as firmas MPRI e a DynCorp. É também a entidade dominante no treino de forças de segurança no Médio Oriente.

Não é de admirar , que a região da fronteira Turca em questão seja o principal ponto de passagem da heroína produzida no Afeganistão e no Paquistão, destinada aos mercados da Europa.

Uma fonte confidencial com experiência na região disse-me que os Curdos " Têm umas contas a ajustar com aqueles que os costumavam ajudar a passar as suas drogas". Ficou-se a saber que a Brown & Roots e a Vinnell Corporation providenciavam ambas cobertura não oficial aos oficiais da CIA.

De 1994 a 1999, durante a intervenção militar americana nos Balcãs- de acordo com The Christian Science Monitor e Jane's Intelligence Review, o Exército de Libertação do Kosovo controlava 70% da entrada de heroína na Europa Ocidental- a Brown & Roots do Cheney fez bilhões de dolares fornecendo às tropas dos EUA grande apoio logistico na região. As operações de suporte continuam até hoje na Bosnia , Kosovo e Macedónia.

A ligação de Dick Cheney com as drogas está mais perto do que se possa suspeitar. Um relatório do The Center for Public Integrity's de Agosto de 2000 trouxe-o ainda mais perto. É correcto dizer que existe um ligação directa para as instalações da Brown & Roots-que muitas vezes se encontra em regiões remotas e de acesso perigoso- como qualquer região de produção de droga e qualquer região de consumo de drogas em todo o mundo. Estas coincidencias não provam a cumplicidade com o negócio. Outros factos, no entanto, levam-nos nessa direcção.

continua...

Nota:

Como se sabe este artigo foi escrito em 2000, e entretanto já aconteceram vários eventos que merecem ser mencionados, como sejam:

a invasão do Afeganistão, logo após o 11 de Setembro de 2001, que teve como consequência o aumento da produção de ópio em mais de 100% em certas zonas do país numa altura em que os Talibãs quase que erradicaram a produção e o cultivo da papoila;

a invasão do Iraque, a morte (assassinato) do Saddam ,e o consequente caos instalado no país e, claro está, a reconstrução do mesmo pela Halliburton, que até já mudou a sede para o Dubai.

Tivemos também a candidatura da Turquia para a UE, fortemente apoiada pelos EUA, não podemos esquecer que a Turquia e toda a zona das Balcãs são a principal porta de entrada da heroína na Europa.

Entretanto a Colombia ficou em stand-by porque daquele lado o Bush não tem que se preocupar, visto ter um bom Presidente fantoche no governo desse país apoiado pelos narcotraficantes e pelos próprios americanos.

segunda-feira, 6 de agosto de 2007

O Império de Droga de Bush-Cheney - 1ª parte

A partir de hoje vou iniciar a publicação de um artigo, que encontrei no post do xatoo In G.O.D.(Gold, Oil, Drugs) We Trust, que fala acerca do Império de Droga Bush-Cheney e que eu tive a amabilidade de traduzir. Como o artigo é muito grande vou dividi-lo em vários posts para não se tornar muito cansativo, desde já peço desculpa por algum erro de tradução deste artigo originalmente escrito em Outubro de 2000, assim sendo e sem mais demoras aqui vai a primeira parte:

Desde Medellin a Moscovo com a Brown & Roots

A Brown & Roots, da corporação Halliburton, é uma das maiores componentes do Império da droga de Bush-Cheney. O sucesso na liderança da Halliburton Inc.por parte do colega vice-presidente de Bush, Richard Cheney, num "empanturranço" de 3.8 bilhões de dolares em contractos federais e pagamentos de juros dos empréstimos das seguradoras é só um indicador parcial do que pode acontecer, agora que o Bush ganhou a eleição presidencial.

Um olhar mais atento na pesquisa disponivel, incluindo o relatório, de 2 de Agosto de 2000, do Centro para a Integridade Pública (CPI na sigla em Inglês), sugere que o dinheiro da droga desempenhou um papel muito importante no sucesso que a Halliburton teve na tomada de posse de Cheney no CEO de 1995 a 2000.Isto é especialmente verdade para a mais famosa subsidiária da Halliburton, o gigante das grandes construções e do petróleo, a Brown & Roots. Um olhar mais fundo ainda na história revela que o passado da Brown & Roots- assim como o passado do próprio Dick Cheney- tem ligações ao tráfico internacional de droga em mais que uma ocasião e mais do que uma maneira.

No passado mês de junho (NT: no ano de 2000) o delegado para uma companhia de petróleo Russa conectada em relatórios com o tráfico de heroína, e ao mesmo tempo beneficiária dos fundos de empréstimo para pagar os contractos da Brown & Roots na Rússia, tinham um fundo de maneio de 2.2 milhões de dolares para preencher o já mais que cheio cofre do candidato a presidente George W. Bush. Esta não é a primeira vez que a Brown & Roots foi relacionada com drogas ilegais, e um facto é que esta firma pode ser a chave dos esforços da Wall Street para manter o dominio dos 0.5 trilhões de dolares do tráfico mundial de droga e dos seus lucros. E Dick Cheney, que está mais próximo das drogas ilegais que outros suspeitos e que é ao mesmo tempo o maior beneficiário da Halliburton em nome individual($45.5 milhões), tem um vasto interesse em que o sucesso da brown & Roots continue.

De todas as companhias americanas que negoceiam directamente com os militares dos EUA e que providenciam coberturas para as operações da CIA, poucas firmas podem competir com a presença global deste gigante da construção que emprega 20.000 pessoas em mais de 100 países. Através de companhias subsidiárias ou joint ventures, a Brown & Roots pode construir plataformas de petroliferas em alto mar, perfurações , construções e operar tudo desde portos de abrigo a oleodutos e autoestradas até reactores nucleares. Podem treinar e armar forças de segurança e podem também alimentar e fornecer equipamentos para o exército.(...)

Formada originalmente como uma companhia de construção de barragens, rapidamente cresceu devido a contribuições para o candidato ao senado Lyndon johnson em 1948. Expandindo-se para construção de plataformas petroliferas, bases militares, portos, empreendimentos nucleares, portos de abrigo e túneis, Brown & Roots investiu na carreira politica de Lyndon Johnson, e como resultado prosperou fazendo contractos de bilhões ao governo dos EUA durante a guerra do Vietname. The Austin Chronicle, em 28 de Agosto de 2000, intitulou um artigo de " O candidato da Brown & Roots" rotulando o republicano Cheney como o politico administrador da generosidade da Brown & Roots. De acordo com os registos da campanha politica, durante os cinco anos de detenção do cargo na Halliburton, as contribuições politicas mais que duplicaram para 1.2 milhões de dolares, a maior parte desse dinheiro foi para os candidatos republicanos.

O serviço de noticias independente "Newsmakingnews" também descreve como em 1998, com Cheney como presidente, Halliburton gastou 8.1 bilhões de dolares para adquirir a industria de equipamento petrolifero e de perfuração Dresser Industries. Isto fez da Halliburton uma corporação que tem uma presença em quase todas as operações de perfuração de petróleo em todo o mundo.E trouxe de volta à familia a companhia que uma vez ( também em 1948) enviou um avião com o jovem graduado George H.W.Bush para começar a sua carreira nos negócios do petróleo do Texas. Prescott Bush ( o mais velho do clã) foi director-gerente para a firma que a Dresser Industries pertencia, a Brown Brothers Harriman.

continua...

domingo, 5 de agosto de 2007

De Volta

Cá estou eu novamente de regresso às postas, para dizer que podem esquecer o post anterior visto não ter ido à chulisse do Sudoeste. Com muita pena minha não me foi possível ir gastar 200 eróis em 2 dias, mas não faz mal fica para uma próxima.
Assim sendo tenho andado a traduzir umas cenas muito interessantes que brevemente colocarei por aqui, e que tem a ver com a relação do Bush e do Cheney com o tráfico de droga internacional.
Por agora, e para não dizerem que este post é só conversa, vou vos deixar uma músiquita que conheci num album de Groove Armada de 2005, chamado G.A. Presents.
A banda chama-se Little Barrie e a música Free Salute, é um funk muito porreiro mesmo.

Site Oficial: http://www.littlebarrie.com/
MySpace : http://www.myspace.com/littlebarrie

sexta-feira, 3 de agosto de 2007

Groove Armada

Os Groove Armada vão estar amanhã no Sudoeste e eu como não podia deixar de ser lá estarei.
Pelo que sei parece que a bófia já anda a fazer das suas lá por aqueles lados, desde quarta-feira, com rusgas e contra-ordenações ao pessoal que leva umas gramitas para consumo, enfim. Mas não vão ser estes filhos de puta que me vão estragar a festa.

Deixo aqui o vídeo de Song 4 Mutya do último album dos Groove Armada, Sound Boy Rock.

quarta-feira, 1 de agosto de 2007

1º de Agosto

Começou hoje o mês de Agosto e, como não podia deixar de ser, o Algarve encheu-se de canalha à procura de sol e praia. É ver o pessoal que não sai de casa durante o ano todo na sua terrinha, a encher as esplanadas com a sua bica e copo de água, a fazerem-se de importantes do alto da sua arrogância e estupidez.
Sinceramente não gosto deste mês no Algarve, para além de não se puder ir à praia descansado sem apanhar com famílias inteiras de bimbos brenhos com mania que são alguem; de se levar o dobro do tempo, a fazer trajectos relativamente rápidos, devido à quantidade de gentinha que anda na estrada, que só tiram o carro da garagem nesta altura do ano para vir ao Algarve; são as esplanadas cheias de bicas e copos de água durante horas a fazer sala (e ainda reclamam porque pagam 1 € por um café); é o LIDL a facturar como nunca ...

Mas o post de hoje não era para estar a falar do pessoal que vem de férias para o Algarve e fazer as figuras tristes que por aqui se vê, era para relembrar o 1º de Agosto dos Xutos uma músiquinha que me diz muito e me traz grandes recordações.



1º de Agosto

É amanha dia 1º de Agosto
E tudo em mim é um fogo posto
Sacola ás costas, cantante na mão
Enterro os pés no calor do chão

É tanto o sol pelo caminho
Que vendo um, não me sinto sózinho
Todos os anos, em praias diferentes
Se buscam corpos sedosos e quentes

Adoro ver a praia dourada
O estranho brilho da areia molhada
Mergulho verde nas ondas do mar
Procuro o fundo pra lhe tocar

Estendido ao sol, sem nada dizer
Sorriso aberto de puro prazer
Todos os anos, em praias diferentes
Se buscam corpos sedosos e quentes