segunda-feira, 10 de setembro de 2007

OGM-Organismo Geneticamente Modificado

Ainda não me pronunciei acerca da acção contra os transgénicos levada a cabo por activistas anti-OGM aqui bem perto de nós. Embora já tenha manifestado a minha opinião e o meu apoio em vários outros blogs. O texto que se segue foi retirado dos arquivos do Pimenta Negra, que aconselho todos a visitar, e tirar todas as dúvidas acerca deste assunto tão importante para todos e que parece que o nosso governo não quer que seja muito discutido e que o povo saiba realmente com o que pode contar. O texto é da autoria de Paulo Varela Gomes e foi originalmente escrito como comentário no Sem Muros.

A reacção - histérica - ao caso de Silves e ao post do Miguel Portas é um caso dos mais interessantes acontecidos em Portugal de há muito tempo para cá. Neste país de cobardolas, qualquer gesto decidido assume de imediato foros de escândalo. Neste país que enterrou uma revolução debaixo de um manto de mentiras, silêncios e cumplicidades traidoras, qualquer recordação - por mais ténue - daquilo que se passou em 1974-75 cheira a ameaça insuportável. Neste país onde os poderosos violam a lei todos os dias, onde a polícia e os tribunais servem sobretudo para ajudar os poderosos a não cumprir a lei, onde a lentidão e ineficácia dos tribunais criam um estado de não-direito, ninguém se lembra de exigir que seja aplicada toda a força da lei (de imediato! rigorosamente!) quando os salários não são pagos, os patrões fogem aos impostos, as empresas e os bancos defraudam os cidadãos. Mas ai de quem puser o pé num centímetro quadrado da sacrossanta propriedade privada agrária, esse símbolo por excelência da Ordem multi-secular.Que extraordinário país! Um povo todos os dias enganado, roubado, o mais pobre da Europa, o mais ridículo. E nem um carro incendiado, nem uma montra partida, nem um protesto violento. Dóceis como carneiros, que é naquilo que foram treinados, é aquilo que são - envergonham-me vocês, oh ordeiros de dedinho sentencioso no ar e voz tremeluzende de indignação só porque meia dúzia de miúdos resolveram violar a lei. Pode não ter sido correcto o que os miúdos fizeram, mas mostraram mais coragem que vocês todos juntos. Respeitem ao menos isso: que ainda haja portugueses capazes de arriscar alguma coisa por aquilo em que acreditam. Respeitem ao menos quem é capaz de um gesto.

Mais informação acerca deste tema:

Manifesto contra os transgénicos clicar aqui.
Texto de Tiago Almeida no Sem Muros clicar aqui.

2 comentários:

tomatestress disse...

Gajo.. nao posso concordar contigo nos termos utilizados!
Uma peq minoria tem o pecado da gula em relaçao ao dinheiro, mas..
Nada justifica o apregoar do ódio, nao te esqueças k foi com um argumento à "george W.bush" k hitler massacrou 6milhoes na 2a guerra.
Sinceramente acho k já tiveste tiradas melhores!
Um leitor atento,
antonio

Fly disse...

Sinceramente eu é que não percebi esta tua tirada, mas de qualquer das formas podemos sempre discutir este assunto uma tarde ou noite destas a beber umas cucas.

E o Hitler matou 6 milhões de judeus? huumm desconfio que este numero está um pouco exagerado, mas pronto não é nada que os judeus não consigam superar na Palestina se é que já não o conseguiram. Olhando para as guerras neste mundo fora não sei se o Hitler não teria razão...

abraço