segunda-feira, 9 de julho de 2007

A Pirâmide de Kukulkan

No passado dia 7 tivemos em Lisboa a eleição das Novas 7 Maravilhas do Mundo.Neste dia tão especial para muita seita, foram eleitas no estádio da Luz, em Lisboa (cidade do Liz- Liz=Flor da Vida) para as novas maravilhas do mundo moderno os seguintes monumentos: Cristo Redentor, no Brasil; A Grande Muralha, na China; Machu Picchu, Peru; a cidade de Petra, na Jordânia; O Coliseu Romano, em Itália; o Taj Mahal, na India; Chichén Itzà, no México.
O que me levou a falar novamente neste evento não foi a vaia que o Sócrates teve no estádio da Luz, nem sequer foi a cerimónia em si, foi sim contar um pouco da história da pirâmide de Kukulkan que se encontra na cidade Maia de Chichén Itzá.

Quando o povo Tolteca se mudou para Chichén Itzá, fundem a sua própria cosmologia com o sistema Maia, e o resultado foi a pirâmide de Kukulkan. Esta foi feita para que todos os anos, no equinoxio da primavera, o sol da tarde causasse uma sombra que parecesse que uma grande serpente descia pela pirâmide, vinda do céu (figura de baixo).


No entanto, nas palavras de John Major Jenkins, a pirâmide é muito mais que um indicador de equinoxio, ela é um relógio precessional cujo alarme aponta para o século XXI.

Jenkins diz que Kukulkan ( ou Quetzalcoatl, a serpente emplumada) era o simbolo da conjunção de Sol-Pleiades-Zénite. Exactamente 60 dias depois do equinoxio da Primavera , no dia 20 de Maio, a passagem do zénite do sol tem lugar em Chichén Itzá. A serpente Crotalus, cujo desenho e forma é usado constantemente na arte Mesoamericana, tem uma marca que é identica ao Glifo Solar "Ahau" dos Maias, e a sua serpente era chamada de "Tzab", que é o mesmo nome usado para a constelação de estrelas Pleiades(ver figura abaixo).




A serpente que se move na Pirâmide recorda-nos anualmente a conjução do zénite do sol com a Pleiades em Chichén Itzá, mas este é um evento que apenas ocorre durante um periodo de 72 anos, de 1976 até 2048. No centro deste periodo temos o ano de 2012, quando o grande ciclo acaba. No dia 20 de Maio de 2012, a passagem do zénite combina-se com um eclipse solar.

Esta breve história, que tive a amabilidade de traduzir, foi retirada do site Diagnosis 2012 .

6 comentários:

Watchdog disse...

Deixo-te aqui outra "piramide" que dá que pensar... Em consequência do teu comentário ao meu post. 1 Abraço!http://www.syti.net/Organisations.html

Fly disse...

Por acaso já conhecia esta "pirâmide", mas ainda bem que meteste o link porque não o tinha adicionado aos favoritos e já me tinha esquecido onde o tinha visto.

Realmente dá que pensar em relação a quem é que nos governa efectivamente, e a quem é que controla o mundo em todas as suas áreas.

abraço

Bia disse...

Não conhecia a história tão aprofundada!!
Obrigada pela tradução!!

Fly disse...

De nada,Bia, sempre às ordens.:)

*****

xatoo disse...

que interessante estes apontamentos sobre Chichén Itzá. Espero bem que já tenhas visto o Apocalipto, o filme do Mel Gibson, onde dá para se "viver a história ao vivo".
Se não viste vai já a correr comprar o dvd

Fly disse...

Por acaso já vi esse filme, logo quando estreou.Mas acho que vou ter que vê-lo novamente porque na altura não sabia aquilo que sei hoje, e esta história do post tem muito a ver com a história do Apocalipto.
Não preciso de ir comprar o DVD porque ainda tenho o filme no pc.:)

abraço