sábado, 28 de julho de 2007

As Previsões do Gato Oscar

Um gato cinzento e branco que vive num centro para idosos nos EUA consegue prever, de forma quase infalível, o aproximar da morte dos pacientes. “Arranja sempre maneira de aparecer, e fá-lo nas últimas duas horas”, afirma Joan Teno, médica no Centro de Reabilitação para Idosos de Providence, Rhode Island, para onde o gato Oscar foi pouco depois de nascer.

"Parece perceber quando os doentes estão à beira da morte”, afirma Oscar Sosa, outro médico do centro, assegurando que o gato raramente falha. Até hoje, já antecipou o falecimento de 25 idosos.

A sua taxa de acerto é de tal forma impressionante que o pessoal médico passou a informar os familiares dos idosos, anunciando-lhes a proximidade do desenlace final, quando o gato visita um determinado doente e se deita junto a ele.

O anúncio deste estranho ‘mensageiro da morte’ é grato à maioria das famílias, mas algumas pessoas pedem para o felino ser retirado do quarto enquanto se despedem dos entes queridos. Quando isso acontece, Oscar passeia-se frente à porta, miando alto.

Thomas Graves, perito em felinos da Universidade de Illinois, considera o comportamento perfeitamente normal num gato. “Os gatos sentem com frequência quando os donos estão doentes ou quando outro animal está doente. Podem sentir quando o tempo vai mudar e é conhecida a sua capacidade para pressentir sismos”.

Os médicos do centro não têm dúvidas quanto às capacidades de Oscar, mas não as atribuem a qualquer poder parapsicológico. “Deve haver uma explicação química”, afirmou Teno.

in Correio da Manhã.

Não há dúvida que os animais têm um instinto muito apurado, conseguem perceber as emoções com uma facilidade tremenda.
Se nós, humanos, em vez de racionalizarmos tudo, vivessemos as emoções já imaginaram do que seriamos capazes? Talvez seja mesmo para não sentirmos e para não termos a minima percepção das emoções e daquilo que podemos fazer com elas, que os senhores do mundo apostam na estupidificação do povo. Se um simples gato é capaz de prever a morte o que é que nós com este cérebro todo não seriamos capazes.

2 comentários:

Crestfallen disse...

Não são só os gatos, também os cães. Eu tenho duas cadelas, que quando chega adoram brincar, recebem-me sempre com alegria. Quando chego triste ou chateado com algo, elas não brincam, recebem-me, deitam-se perto de mim e alí ficam. Comportam-se como duas amigas, que estão ali para me ouvir.

O meu cão anterior, estava doente, com a doença que ele tinha (cancro no sangue), eu também andava doente, por me doer vê-lo partir. Disseram-me que ele iria viver 1 mês no máximo. Esse cão, fugiu e foi morrer a mais de 30km de casa, quando ele mal andava.

Foi como se ele soubesse que seria mais fácil para mim aceitar a sua morte, se eu não estivesse presente.

Os humanos são capazes do mesmo, mas optamos por ignorar a nossa intuição, pois temos um outro sentimento que anula os nossos pensamentos mais negros... A esperaça. No fundo, sabemos que algo de mau vai acontecer, mas temos a esperaça que não aconteça.

O ser humano vive em sonhos, o animal vive a realidade.

Fly disse...

Não acho que a esperança seja sentimento. Existem 5 emoções básicas :
o Medo,
a Raiva(ou Zanga),
a Dor,
o Amor
e o Prazer

todos estes sentimentos ou emoções manifestam-se no nosso corpo em diversas partes, a saber : o Medo na zona da boca do estômago;
a Zanga nos braços e pernas;
a Dor (de perda de alguem querido p.ex) no peito na zona mais central;
o Amor na zona do peito (na zona do coração);
o Prazer na zona pélvica;

para além destes sentimentos básicos que vivemos diariamente nas mais diversas situações, temos o chamado 6ªsentido (ou 6ª sentimento) que é aquele que no fundo nos diz se uma pessoa é de confiança, ou se aquilo que vou fazeer é o melhor para mim, ou como neste caso dos animais que conseguem prever os nosso estado de espirito.
Nós só não conseguimos perceber aquilo que é obvio para a natureza porque somos treinados desde que nascemos a não viver as emoções. P.ex. os bébés quando choram por razão nenhuma na presença de um desconhecido não será porque viu algo nele que não gostou? Se reparares os bébés olham as pessoas nos olhos( não podemos esquecer que os olhos são o espelho da alma) e conseguem ter uma percepção dessa pessoa que um adulto não tem ou porque já se esqueceu de como se vê o estado da alma do outro ou porque nunca lhe ensinaram.

Por causa disto é que eu acho que a estupidificação do povo não tem outro propósito que não seja esse de não vivermos as emoções e de não vermos como é o outro realmente. Já viste o que seria dos politicos que nos manipulam se o povo lhes lesse a alma corrompida?

abraço