segunda-feira, 28 de maio de 2007

Otàrio Lino

Uma noticia do Correio da Manhã de hoje, fala acerca das já celebres infelizes declarações do ministro Mário Lino que disse "na margem Sul do Tejo “não há gente, escolas, hospitais, comércio, não há indústria nem hotéis”. e da consequente manifestação de desagrado na blogosfera.
O que me chamou a atenção na noticia foi o último parágrafo que diz "Ao defender a construção do novo aeroporto na Ota, Mário Lino fez declarações que levantaram uma onda de manifestações na blogosfera, aumentando para 490 mil as referências a “Mário Lino blogs”. Seja em forma de texto, imagem ou vídeo, todos são livres de trazer a público o seu ponto de vista. O anonimato e a falta de uma legislação na blogosfera permite aos usuários dizerem tudo o que lhes apetece."
E principalmente esta última frase destacada por mim, será esta mais uma forma súbtil de minar as mentes e de aos poucos nos retirarem as liberdades adquiridas com a revolução de Abril?
Eu tenho o direito de falar mal ou bem de quem quiser e de dizer aquilo que sinto em relação a tudo o que me rodeia. Ainda por cima quando se verifica as intrujisses que estes sucessivos governos fazem em prol dos seus interesses e dos grupos económicos que os sustentam, e que por sua vez são sustentados cada vez mais pelo estado, por conseguinte, por todos nós trabalhadores que descontamos e pagamos cada vez mais impostos para estes senhores fazerem a vida que fazem, gastando dinheiro em projectos, como seja o da OTA, que está à vista de todos não é bom para os interesses nacionais , beneficiando somente meia dúzia de empreiteiros e donos de terrenos(ouvi dizer que a Fundação Mário Soares é um dos donos dos terrenos envolventes à OTA, será verdade?).

artigo 37º da Constituição Portuguesa

1. Todos têm o direito de exprimir e divulgar livremente o seu pensamento pela palavra, pela imagem ou por qualquer outro meio, bem como o direito de informar, de se informar e de ser informados, sem impedimentos nem discriminações.

2. O exercício destes direitos não pode ser impedido ou limitado por qualquer tipo ou forma de censura.

3. As infracções cometidas no exercício destes direitos ficam submetidas aos princípios gerais de direito criminal ou do ilícito de mera ordenação social, sendo a sua apreciação respectivamente da competência dos tribunais judiciais ou de entidade administrativa independente, nos termos da lei.

4. A todas as pessoas, singulares ou colectivas, é assegurado, em condições de igualdade e eficácia, o direito de resposta e de rectificação, bem como o direito a indemnização pelos danos sofridos.

A merda é que se um intruja do governo, ou de outro lado qualquer, se sentir lesado e colocar um processo crime a quem escreveu e este não tiver dinheiro nem conhecimentos jurídicos para se defender , está fodido.

3 comentários:

Bia disse...

Era só o que faltava não me poder exprimir através de que meio for!! Acho que lamentavelmente, pouco a pouco nos tiram a liberdade de expressão por entre estas atitudes sorrateiras... Triste, muito triste.

Fly disse...

Isto para lá caminha aos poucos, como quem não quer a coisa.
Infelizmente..

susane disse...

De hecho, esta realización es una verdadera maravilla, gracias por este artículo de todos modos.

voyance mail gratuite