quinta-feira, 22 de março de 2007

Teste psicológico

Encontrei este teste , que podem ver o resultado neste post , no blog foice dos dedos . Interessante...

Seu modo principal de viver é focado internamente, lidando com as coisas de acordo com a maneira com que você se sente quanto a elas, ou de acordo com a maneira com que elas se encaixam no seu sistema de valores pessoais. Seu modo secundário é exterior, através do qual você absorve fatos principalmente através da sua intuição.
Você, mais do que outras pessoas que são intuitivas e que dão mais ouvidos aos sentimentos do que à razão, e é focado em fazer do mundo um lugar melhor para as pessoas. Sua primeira meta é encontrar o seu significado na vida, perguntando coisas do tipo: "Para quê eu existo? Qual é o meu propósito? De que maneira eu posso ser útil?". Você é uma pessoa idealista que se esforça ao extremo para atingir os objetivos que identificou para si mesmo.
Você conta totalmente na sua intuição para te guiar, e usa suas descobertas para buscar constantemente o valor da vida. Você está numa missão contínua para encontrar a verdade e o significado das coisas. Cada interação e cada pedaço de sabedoria adquirida é filtrada pelo seu sistema de valores, e avaliada para ver se existe algum potencial para lhe ajudar a definir ou refinar mais ainda seu próprio caminho na vida. A meta final é sempre a mesma -- você se esforça para encontrar um significado e ajudar as pessoas.
Em geral, uma pessoa gentil e de muita consideração, você é um bom ouvinte e deixa as pessoas à vontade. Mesmo que reservado ao expressar suas emoções, você se importa demais com os outros, e é genuinamente interessado em entender e ajudar as pessoas. Esta sinceridade é percebida pelos outros, fazendo de você um amigo especial, e em que se pode confiar. Você geralmente é muito caloroso com as pessoas de quem mais gosta, embora este lugar esteja reservado para poucos.
Você odeia conflitos, e faz o que pode para evitá-los. Se você precisa encará-los, será sempre utilizando a perspectiva dos seus sentimentos. Em situações de conflito, você dá pouca importância para quem está certo e quem está errado. Você simplesmente quer resolver o conflito, pois isto lhe causa um profundo mal estar. Você pode fazer um ótimo papel de mediador, e tem facilidade para ajudar outras pessoas a resolver seus conflitos, porque você entende intuitivamente as perspectivas e os sentimentos de cada um, e quer genuinamente ajudá-las. Mas suas ações, profundamente influenciadas pela emoção, podem fazer com que você tenha muita dificuldade para resolver seus próprios conflitos.
Você é uma pessoa flexível e despreocupada, até que um de seus valores seja violado. Nesse momento você pode se tornar ríspido, lutando com muita garra e paixão por sua causa.
Quando você começa um projeto no qual se interessa, é muito comum que este se torne uma "causa" para você. Assim, mesmo que normalmente você não seja uma pessoa muito apegada a detalhes, você passa a dar uma atenção desproporcional para aquele projeto, esquecendo de todo o resto -- você deve ter muito cuidado para que isso não cause um desequilíbrio em sua vida.
Quanto a detalhes mundanos da vida (como lavar, limpar, passar, etc), você praticamente não está ciente deles. Você pode passar meses sem perceber as manchas no carpete, e, mesmo quando percebe, adia este tipo de tarefa o quanto puder. Isso pode fazer com que problemas pequenos se avolumem, e se transformem em problemas cada vez maiores.
Você não gosta de ter que lidar com fatos concretos e com lógica. Seu enfoque pessoal nos seus sentimentos e na condição humana torna difícil que você lide com decisões impessoais. Você não compreende nem acredita na validade de uma decisão que não leva as pessoas em consideração, fazendo de você uma péssima pessoa para tomar esse tipo de atitude. Você provavelmente evitará análises impessoais, apesar de poder desenvolver esta capacidade, e de conseguir ser bastante lógico. Sob estresse, é comum que você utilize a lógica de uma maneira errada quando, por exemplo, num momento de raiva, em que você cita fatos (e geralmente não completamente corretos) em uma explosão emocional.
Você tem padrões altíssimos para si, e pode ser muito duro consigo mesmo, tendo dificuldade para valorizar suas próprias qualidades. Se não resolver este seu conflito interno, nunca ficará feliz consigo mesmo, e pode ficar confuso e paralisado quanto ao que fazer de sua vida.
Pessoas como você geralmente são escritores talentosos. Você pode se sentir esquisito e desconfortável em se expressar verbalmente, mas você tem uma capacidade maravilhosa de definir e de expressar no papel, e faz isso com muito cuidado.
Você se daria bem se participasse mais de profissões de cunho social, como na área de aconselhamento ou de educação. Você se encontra o mais confortável e feliz possível quando trabalha pelo bem das pessoas, e onde você não precisa usar lógica intensamente.
Se você desenvolver suas potencialidades você poderá realizar feitos maravilhosos, apesar de que provavelmente você nunca ficar satisfeito com eles. E lembre-se: algumas das pessoas que mais causaram desenvolvimentos humanísticos no mundo foram pessoas como você.
Atitude: Introvertida
Temperamento: Idealista
Atitude (segundo Spranger): religiosa
Elemento: fogo
Fonte de alegria (Aristoteles): etica (virtude moral)
Simbolo mitologico (segundo Paracelso): ninfas (inspiracao)
Temperamento (segundo Galen): melancolico
Sua oração: "Senhor, ajude-me a finalizar tudo o que eu comecei"

Se quiserem fazer o teste podem clicar aqui .
Há certas coisas que não concordo , mas na maior parte é verdade a leitura que fazem sobre mim .

Sem comentários: